Odontologia: 3 dicas para fidelizar seu paciente


Depois de fazer seu paciente voltar da primeira consulta – aquela fundamental para que ele pelo menos sinta-se confortável em voltar – é preciso mais alguns esforços para fidelizá-lo. Afinal de contas, uma primeira consulta pode ser muito boa, mas talvez não o suficiente pra fazer seu cliente voltar sempre. Confira a seguir algumas dicas para que essas chances aumentem.

Atendimento pós-consulta

Depois da consulta, é preciso manter contato com o cliente. Seja através de mimos com datas especiais, seja lembrando do seu aniversário, convidando-o para um check up ou mesmo pedindo um feedback sobre como foi a consulta e o atendimento no geral.

Manter relacionamento

Não basta fazer perguntas robóticas que possuem um objetivo claramente comercial. Mostre-se preocupado com a saúde dele. Absorver a opinião dele é importante e mostrar que ela é necessária faz com que ele se sinta relevante para sua atuação profissional. Além disso, quando você tem um relacionamento com esse paciente, é mais fácil que ele recomende outras pessoas e confie em você pra indicar todos os tratamentos.

Tenha uma base de dados

Não adianta adquirir todas as informações relevantes a respeito do seu paciente sem registrá-las. É preciso entender as individualidades de cada um e você nunca irá se lembrar de tudo de cabeça. Portanto, tenha registrado cada detalhe do atendimento a cada paciente e faça uso efetivo dessa base de dados. De outro modo, todo esse registro não servirá de nada.

As ideias para fidelizar um paciente são, na realidade, mais simples do que parecem. No entanto, elas requerem dedicação e continuidade. Começar a coletar dados e depois perder o costume pode gerar fidelidade por algum tempo – mas esse esquecimento pode causar evasão dos seus pacientes para outros profissionais.